Moda

Alexander McQueen, um em um milhão

Um estilista nada convencional, Alexandre McQueen não fazia nada que não fosse pra chocar, suas roupas eram criadas pra serem muito mais . Era elogio se alguém dissesse que um desfile seu deu vontade de vomitar. Com mil problemas em sua vida pessoal, as passarelas refletiam seu lado sombrio, doente e desconstruído, personalidades exóticas e fortes como, David Bowie, Rihanna, Beyoncé, Bjork e Lady Gaga, tiveram modelos exclusivos desenhados por McQueen.

Quando era uma criança e costurava os vestidos para suas irmãs irem pra escola, nunca imaginou que tornaria-se um gênio para tantas pessoas no mundo da moda. Era um mau aluno na escola e largou os estudos aos 16 anos para trabalhar em uma alfaiataria de luxo em Londres, foi lá que ao longo de quatro anos, aprendeu muito do que seria sua marca registrada. Depois foi para Milão e trabalhou como assistente de Design, ao retornar pra Inglaterra, estudou na renomada  Central Saint Martins e, após sua coleção de conclusão de mestrado inspirada em “Jack, o estripador” em 1994, teve seu trabalho reconhecido. Foi sua amiga, Isabella Blow, que o descobriu e o lançou pro mundo fashion.

A mistura inusitada de elementos, referências, texturas e técnicas causou grande curiosidade das pessoas, muitos ainda não entenderam nem jamais vão entender sua obra. Sua maior referência sempre foi sua mente, seus conflitos e confusões, o resultado era um espetáculo novo na passarela a cada coleção. Uma estranheza que fascinava… Era criatividade que transbordava e a limitação dessa criatividade foi que tornou os 5 anos à frente da Givenchy uma relação extremamente conturbada, McQueen não suportava limites, não sabia e nem precisava lidar com eles.

A morte desse grande nome também foi precoce, aos 40 anos, em 2010. A causa nunca foi confirmada, mas o que mais se fala é em suicídio por enforcamento, McQueen foi encontrado morto um dia antes do funeral da sua mãe. A perda da mãe fez com que ele se afundasse em um quadro grave de depressão. Considerado a mente mais criativa da moda dos últimos tempos, a sua obra será eternizada, exposições e livros em sua memória já foram produzidos e sua audácia servirá de inspiração para muitos novos designers de moda que estão por vir, referência na alta costura, sem dúvida McQueen foi um em um milhão.

Alexander McQueen.

Alexander McQueen.

Está gostando do blog? Curte a página pra não perder nenhum post! 😉

Previous Post Next Post

You Might Also Like

1 Comment

  • Responder monica sidle 20 de setembro de 2015 at 12:12

    Amei seu site, maravilhoso, muito inspirador!

  • Responder