Alimentação

Inverno, hora de recolher! por Carol Viesi

96730261cf83b9a91bf0d71893d37666

Sabia que a cada estação o corpo pede determinados tipos de alimentos e que a mãe natureza nos oferece exatamente o que precisamos? Já pensou nisso? Entramos no inverno. Nosso corpo concentra sua força para conseguir manter-se quente, em equilíbrio.

 É a fase de energia associada ao Inverno, quando prevalece a força Yin. O Inverno é o tempo do descanso, da quietude, quando a energia é poupada, recolhida, condensada, conservada e armazenada. O inverno é a estação em que a natureza hiberna e conserva a sua energia, cultivando os recursos que irão florescer na primavera.

Pela Medicina Tradicional Chinesa, que admiro muito, o inverno é a estação da quietude, repleto de dias curtos e noites longas, sendo a própria natureza nos informando sobre a postura correta que devemos ter nesse período. É a estação do elemento água, e está relacionado com os rins e bexiga e também com a força vital que flui. O sabor correspondente é o salgado e a cor é o branco.

Observando o nosso corpo e nossas vontades, sabemos que agora preferimos nos alimentar com preparos quentes, de fácil digestão, picantes e com muitos temperos. Então, vamos seguir esse raciocínio?

Agora é a hora de comer tudo cozido, assado, bem quentinho para aquecer o corpo e o seu coração. Que tal um delicioso mingau de aveia em seu café da manhã? E um creme de cabotiá, cenoura e gengibre para o jantar? Use e abuse da canela, cravo, gengibre, pimenta preta, cardamomo, curry, massalas quentes… O inverno tem o seu charme, mas também o seu sabor!

Outra dica. Frutas? Só se for cozida ou assada!

Mingau de banana c/ pasta de castanhas

savory simple

Leve ao fogo baixo: 1 copo de leite vegetal, 2 colheres sopa de aveia em flocos finos ou farinha de aveia, 1 colhere sopa de amaranto em flocos, cacau e canela a gosto, mel e mexa sem parar. Deixe engrossar um pouco. Despeje em uma tigela e coloque granola, rodelas de banana e uma colherada de pasta de castanhas de sua preferência. <3

Creme de cabotiá, cenoura e gengibre

0b458e981a238a00085b0739eab42fa1

Ingredientes:

  •  ½ cabotiá c/ a casca e sem sementes
  • 3 cenouras s/ casca
  • 2 rodelas médias de gengibre ralado fresco
  • ½ pedaço de tofú firme
  • Sal
  • Azeite
  • Cheiro verde

Preparo: Leve na panela de pressão a cabotiá (não precisa cortar) e a cenoura c/ o sal e o azeite, colocando água até cobrir bem. Deixe cozinhando por uns 15 a 20 minutos, após pressão.  Desligue o fogo, cuidadosamente retire a pressão e abra a tampa. Agora, bata com um mixer direto na panela, ou passa para um liquidificador, com a própria água do cozimento. Acrescente o gengibre, o tofu e o cheiro verde. Se necessário, acrescente um pouco mais de água. Por último, corrija o sal.

Carol é nutricionista, especialista em Personal Diet, pós graduanda em Nutrição Clínica Funcional, membro da Sociedade Brasileira de Nutrição Funcional, associada ao Slow Food e membro do Slow Food Campinas.

Carol é nutricionista, especialista em Personal Diet, pós graduanda em Nutrição Clínica Funcional, membro da Sociedade Brasileira de Nutrição Funcional, associada ao Slow Food e membro do Slow Food Campinas.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

1 Comment

  • Responder Gi Soares 23 de junho de 2016 at 17:37

    Sempre leve os seus posts. Adorei as dicas. Quietude é a palavra. Renovar 🙂
    Um beijo

  • Responder