Tags de navegação

fast-food

M. B.

Eu quero uma slow-life

11263265_1061355110559963_1844249895_nComeçamos a nos questionar a onda de fast-fashion recentemente, fast-food já vem sendo apedrejado há mais tempo… Estamos na onda de apostar no slow-fashion por uma moda mais sustentável, mais consciente, mais humana e mais responsável. Levantamos a bandeira da slow-food por uma alimentação mais saudável, menos cancerígena, por uma população com menores índices de obesidade e problemas de saúde. Tudo isso é de extrema importância, mas quando vamos parar para falar de uma slow-life?

Até quando a gente vai correr? Quando as urgências vão diminuir? Em era de whatsapp, ninguém tem mais tempo pra pensar, pra refletir, pra se organizar antes de escrever, tem que responder logo, tem que responder agora. Antes a gente tinha paciência pra esperar uma carta chegar. Hoje,  se um e-mail demora mais de uma hora sem resposta, é uma falta gravíssima! Eu quero desacelerar, quero me livrar da fast-life que me foi imposta, mas o mundo parece querer me atropelar. Será que a gente está com nosso senso de urgência apurado? De repente tudo virou urgente e concordam que quando tudo é urgente, nada é? Eu tenho pressa de desacelerar, minha pressa é a da calma. Quero poder pensar em uma coisa de cada vez, levar quanto tempo for pra fazer minhas coisas, quero respeitar o meu tempo sem que o mundo ao meu redor me imponha seu ritmo frenético.

A gente precisa mesmo ler todos os jornais? Conhecer todos os últimos lançamentos musicais? Acompanhar as fashion weeks do mundo todo? A gente precisa saber quem é a atriz da novela das 21h? Precisa estar por dentro de todos os memes da internet? Eu não quero precisar, eu não quero saber de tudo, eu não quero mais informação do que minha mente pode processar, eu quero calma pra assimilar o que acontece em minha volta, quero substituir a tensão pela serenidade. Nesse mundo super moderno, legal, atualizado e globalizado de hoje estamos consumindo mais antidepressivos que em qualquer outra época. Será que o mundo tá tão legal assim? Eu não quero só slow-fashion e slow-food, eu quero uma slow-life. Pode?