Pintura

Tudo vira arte com Chad Wys

Chad Wys, 32 anos. Americano de Illinois, sempre viu mais graça em livros de pintura dos séculos 19 e 20 do que em qualquer brinquedo adequado pra idade dele. Os ídolos de infância eram os pintores impressionistas e os museus, os principais playgrounds. A fascinação quase ingênua pela arte e sua história seguiu durante os anos seguintes em sua adolescência e isso tudo colaborou pra que ele, na fase adulta, soubesse o que queria fazer da vida. Frequentou a universidade estadual de Illinois e se formou no curso de Cultura Visual, onde se aprofundou na história da arte, filosofia e teoria visual.

CW01

Durante a faculdade, desenvolveu o interesse em arte contemporânea, coisa que ele era meio resistente nos anos anteriores. A partir daí, sentiu sua própria criatividade tomar vida. Ele tinha uma inclinação ao design gráfico desde que, aos 7 ou 8 anos, teve acesso a um computador pela primeira vez e começou a desenhar… Hoje ele se diverte ao manifestar seus conceitos filosóficos sobre objetos, imagens e, claro, arte.

CW02

Gentleman-With-A-Color-Test---c-print---2009---22,5-x-30---002

cw03

CW05

CW06

Ele faz suas artes em objetos, tecidos, papeis, fotografias, obras de arte… Tudo pode ganhar uma nova cara nas mãos de Chad Wys. Agora diz, dá ou não dá vontade de sair pincelando a casa toda? haha

Previous Post Next Post

You Might Also Like

1 Comment

  • Responder Mila Buarque 14 de novembro de 2015 at 08:23

    Monica, eu sou formada em Arte. Fico encantada vendo seus posta sobre artistas. Aprendo muito. Conheço muita coisa interessante. Mas, vim aqui falar de outra coisa. No começo do ano, decidi me tornar vegetariana e comecei a reduzir o consumo de carne pois não queria fazer nada radical e por impulso para depois voltar atrás. No almoço de Páscoa em família, confirmei minha vontade. Daí, foi natural repensar o consumo louco de cosméticos e de cosméticos que testam em animais ou que tem química altamente prejudicial para nós. Hoje eu só compro cosméticos cruelty free, e sem corantes, parabeno… O mais naturais possíveis. Com exceção daqueles em que ainda não achei substitutos “do bem”. E só como um potinho novo quando acabo um. Eu tinha um armário entupido de cremes. Mais de 30 hidratantes só para o corpo. Ontem, assisti The True Cost por indicação sua por aqui. Ainda estou com o estômago embrulhado, refletindo e mais certa do que nunca em continuar meu processo de “Ser Humano Consciente das suas escolhas e das conseqüências delas”. Desde que você postou a frase da sua carteira, ela é meu lema. Obrigada por ser essa bomba de inspiração diária!

  • Responder